Olho d'água, v. 9, n. 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A desfiguração humana e a não identificação em Fim de partida, de Beckett

Márcia Regina Rodrigues

Resumo


RESUMO: No presente texto procuramos mostrar como em Fim de partida a caracterização das personagens inibe o efeito de identificação e, em certa medida, define a composição dramática da peça que, desprovida de ação progressiva, portanto de tensões ou conflitos, comunica o “nada a fazer” beckettiano diante do mundo destruído.

 

PALAVRAS-CHAVE: Composição dramática; Dramaturgia beckettiana; Personagem dramática; Teatro do absurdo.

 

ABSTRACT: In this text we try to show how the description of the characters in Endgame inhibits the effect of identification and defines, to a certain extent, the dramatic composition of the play which, devoid of progressive action, and therefore of tensions or conflicts, communicates Beckett’s “Nothing to be done” in front of the destroyed world.

 

KEYWORDS: Beckett’s Dramaturgy; Dramatic composition; Dramatic character; Theatre of the absurd.


Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Resultado de imagem para erih plus periodicos

Resultado de imagem para livre periodicos

Resultado de imagem para endereço imagem redib 

Resultado de imagem para redib

Resultado de imagem para mla international bibliography

Resultado de imagem para oaji periodicos

Resultado de imagem para capes periódico