Olho d'água, v. 4, n. 1 (2012)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A mitificação da América: considerações sobre o discurso no período de conquista

Thiago Miguel Andreu

Resumo


A América vista pelo outro e mitificada pelo outro, por meio do discurso construído pelo olhar deste desconhecido: o do europeu. Esta questão se posiciona nas produções literárias americanas desde a chegada dos colonizadores no Novo Continente e, porventura, se transformaram em um dos eixos da literatura de feições fantásticas do século XX. Mas, como se configura, então, tal abordagem no discurso? Esta é a discussão que tentaremos travar neste artigo, a partir de um estudo dos procedimentos linguísticos e estilísticos adotados pelo enunciador, nos textos Los cuatro viajes. Testamento (1986), de Cristóbal Colón, Historia general y natural de las Indias (1851) de Gonzalo Fernández de Oviedo e Comentarios Reales de los Incas (1991) de Inca Garcilaso de la Vega. Tentaremos entender como se instaura a mitificação do continente americano no discurso das produções escritas no período da conquista. Para tal tarefa, pautamo-nos, em especial, nos postulados de Miguel León-Portilla (1975), Bella Jozef (1989) e Heloísa Costa Milton (2000) sobre o assunto.


Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Resultado de imagem para erih plus periodicos

Resultado de imagem para livre periodicos

Resultado de imagem para endereço imagem redib 

Resultado de imagem para redib

Resultado de imagem para mla international bibliography

Resultado de imagem para oaji periodicos

Resultado de imagem para capes periódico